Início > cães, gatos.socorros > Primeiros Socorros em cães e gatos

Primeiros Socorros em cães e gatos

 
Cães e Gatos

PRIMEIROS SOCORROS

Emergência? Aconteceu algo grave e urgente? O que eu posso fazer?

Vamos lá! Algumas situações críticas podem acontecer com nossos amigos animais.

Quanto mais rápido forem socorridos, melhor, mas às vezes acontecem situações no meio da noite, aos domingos e feriados, e a clínica veterinária que conhecemos pode estar fechada. Não devemos desistir e enquanto algum familiar telefona para conseguir um endereço de um hospital 24 horas, ou vai tirando o carro da garagem, podemos iniciar os Primeiros Socorros.

Cada caso é um caso, então vamos separar por problema:

Convulsões: animais, do mesmo modo que as pessoas, podem ser epiléticos ou ter convulsão motivada por alguma doença. Diferente das pessoas, você não precisa se preocupar em não deixar enrolar a língua, pois isso não acontece, e se acontecer, não sufoca. Concentre-se mais em evitar escoriações. Coloque o animal em cima de um tapete ou colchão e faça carinho nele. Convulsões epiléticas duram alguns minutos e passam, mas podem ser freqüentes. Se for a primeira vez, vá ao seu veterinário de confiança. Se seu animal já estiver em tratamento, siga as orientações médicas.

Choques elétricos e desmaios: massageie o tórax. Se a respiração estiver muito fraca, abra boca e vá dando umas puxadas na língua. Faça isso dentro do carro, a caminho da clínica. Não perca tempo!

Picada de insetos: pálpebras, focinho e boca inchados. Pode ter marimbondo ou formiga em seu quintal. Precisa tomar injeção de antialérgico urgente. Já para a clínica!

Queimaduras: água gelada ou compressa com gelo. Perto do fogão não é lugar nem de criança, nem de bicho.

Engoliu um objeto: moedas, bolinhas de borracha, bolinhas de gude, agulhas, linha de costura, etc. Calma, nem tudo está perdido e normalmente isso acaba bem. Por incrível que pareça, a pior coisa que um animal pode engolir destas todas é a linha. Faz um estrago muito pior que a agulha. Se você tiver em casa óleo mineral, pode dar algumas colheradas. Se não tiver, use azeite mesmo, que também lubrifica o trato gastro-intestinal.

Desnecessário dizer que tem que procurar um veterinário o quanto antes.

Atropelamentos: claro que isso pode variar de apenas alguns arranhões a sérias fraturas e hemorragias. O que é importante dizer aqui é que você deve primeiro colocar uma focinheira no animal atropelado. Como já disse antes, a dor leva a morder. Depois, para evitar movimentos bruscos, abra uma coberta no chão, coloque o paciente em cima dela, e com todo o cuidado, duas pessoas devem segurar a coberta pelas pontas, improvisando uma maca. Daí é direto para a clínica. Mesmo traumas aparentemente leves, devem ser examinados e medicados, pois alguns problemas como edemas e hemorragia interna, podem demorar a dar sinais.

Uma dica importante: não se esqueça, quando falamos em Primeiros Socorros, é porque sabemos que existe a necessidade dos Segundos Socorros, e que estes devem ser realizados pelo seu veterinário de confiança, o quanto antes.

Fonte – Wilson Veterinário

Categorias:cães, gatos.socorros
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: